.

Pet |

ARAGONITA, CALCITA e DOLOMITA
COMPOSIÇÃO QUÍMICA.


-- ARAGONITA, tem a mesma composição quimica da CALCITA e da VATERITA, Carbonato de Cálcio, CaCO3.
-- DOLOMITA, Carbonato duplo de Cálcio e Magnésio - CaMg(CO3)2
DIFERENÇAS MINERALÓGICAS E CARACTERÍSTICAS FÍSICAS
-- ARAGONITA, cristalização polimorfa ortorrômbica do Carbonato de Cálcio. Mais dura e pesada que a CALCITA, deve seu nome à província espanhola Aragona onde foi reconhecida e descrita pela primeira vez.
-- Suas características são as seguintes: mineral de dureza média, traço incolor, brilho vítreo não metálico, dureza 3,5 a 4, peso específico 2,9 a 3, incolor a branco-cinzento ou amarelado ou azulado, dissolve a frio em acido clorídrico com forte efervescência, não funde no maçarico mas torna-se terroso e produz chama amarelo-avermelhada.
-- Pode ter origem mineral ou orgânica.
-- A ARAGONITA de origem mineral dificilmente é encontrada pura, geralmente está associada a Gipsita ou minerais de ferro, além de poder conter traços de metais pesados.
-- A ARAGONITA de origem orgânica é a forma mais pura de carbonato de Cálcio encontrado na natureza, inclusive, na forma de pó impalpável é utilizada na formulação de remédios e de complementos alimentícios fornecedores de Cálcio tanto para a espécie humana como de uso veterinário, além de pastas de dentes, entre outros usos.
-- Os contaminantes da ARAGONITA de origem orgânica, evidentemente dependendo também do local onde é coletada, são via de regra:
-- Putrescíveis, facilmente eliminados após tratamento adequado, ex. corais e conchas vivos e cascas frescas de ovos.
-- Não putrescíveis, ex. a cutícula e a conchiolina das conchas, que são eliminadas na produção de pó impalpável e não interferem na utilização como substrato para aquário.
-- A ARAGONITA de origem orgânica - a que se forma ou se formou a partir do carbonato de cálcio excretado ou exsudado por seres vivos - é a principal e geralmente única componente das cascas dos ovos das aves, de algumas algas calcárias, dos esqueletos dos corais duros e dos esqueletos tanto internos como externos dos moluscos, Ex. osso siba = esqueleto da sépia, conchas univalves de caramujos, conchas bivalves de ostras, vieiras, mexilhões e etc.
-- Os contaminantes da ARAGONITA obtida pela moagem de conchas de origem marítima são traços de elementos naturalmente presentes na água do mar, portanto benéficos para a biologia do aquário.
-- Também são formadas por ARAGONITA, finamente moída por atrito mecânico provocado pelo movimento da água, algumas lamas marinhas.
-- CALCITA, cristalização polimorfa (mais de 300 formas) trigonal do Carbonato de Cálcio. Principal constituinte dos calcários, ocorre também em mármores, conchas e outros minerais, principalmente nos de origem sedimentar. Formadora das estalactites e estalagmites comuns em cavernas. Sinônimos, Espato de Cálcio, Espato calcário e Espato-de-Islandia.
-- Pode ter diversas cores, dependendo dos elementos presentes. Quando puríssima pode ser branca, translúcida ou transparente. Pode ser fluorescente e fosforescente. Mineral com características químicas iguais as da ARAGONITA, diferindo apenas na coloração, na dureza 3 e no peso específico 2,7
-- VATERITA, cristalização polimorfa hexagonal do Carbonato de Cálcio. Rara e relativamente instável.
-- DOLOMITA, Carbonato duplo de Cálcio e Magnésio - CaMg(CO3)2, rocha muito comum, geralmente de cor branca, com características físicas semelhantes às da ARAGONITA, diferindo no peso específico 2,8 a 2,9 e por ser menos solúvel pelo acido clorídrico a frio.
USOS NOS AQUÁRIOS
-- Nos aquários de água doce, nos de águas salobras e em aquários de ciclídeos africanos, onde é necessário manter a água com um pH alcalino, uma dureza alta e uma reserva alcalina elevada , qualquer uma das três rochas cumpre a sua função química e pode ser utilizada como elemento decorativo, geralmente em granulações maiores.
-- É nos aquários marinhos, principalmente nos de corais, onde a ARAGONITA é mais utilizada, embora a DOLOMITA já tenha sido usada com sucesso fornecendo Magnésio alem de Cálcio.
-- A ARAGONITA além do efeito decorativo, é fornecedora de Cálcio e mantém elevada a reserva alcalina, como bem sabem os aficionados das diversas modalidades deste aquarismo altamente técnico, em que cada tipo de aquário requer, além de uma ARAGONITA de ótima qualidade, uma granulação específica para obter os melhores resultados.
-- O fornecimento de Cálcio para manter elevada a reserva alcalina do aquário, só acontece quando o gás carbônico, em solução na água formando acido carbônico, dissolve a aragonita ou outro calcário presente. O que explica a diminuição da quantidade de substrato no aquário. Evidentemente isso acontece a longo prazo.